LUXÚRIA

Nunca Te Vais?
A madrugada é aquecida por todos os pecados do mundo, e é você quem escolhe qual deles mais te sustenta.
Eu sonho agora com o beijo teu, tem um abrasador sabor proibido com aroma gostoso de malícia;
Meu corpo sente aquele arrepio dolorido que vem acompanhado de frio e calor, medo e tesão, por conta da tua ação carregada de urgência e petulância.
Eu mal saboreei este sabor e já de volta a realidade encontrei-me!
D A  R K

12 comentários:

  1. mas voltarás a perder-te, muitas e tantas vezes...porquê? porque assim és, somos, deveremos ser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E essa desventura é infindável.
      Bjos meu^.~

      Excluir
  2. Poema lindissimo ,minha amiga querida <3

    Beijos bons

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou dmais...brincadeirinha^.~]NOSSOS BEIJOS

      Excluir
  3. Boa tarde minha linda Dark, você gostou da ideia de escrever um conto juntando tudo que você gosta , sabe que eu sou o Almeida Lucius, então aguarde, pois logo vai ler alguma coisa, e se possível manda um e-mail, para que possamos nos comunicar mais, para ulissesreis1618@gmail.com , beijos

    ResponderExcluir
  4. Linda lá esta o teu poema e se procurar pelo marcador DARK, vai ver que já tinha outros 5 agora são 6, beijos!

    http://ulissesreis.blogspot.com.br/2017/03/vicio.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A-amei o poema...huihuii.
      Grata Sr. poeta
      Abraços^.~

      Excluir
  5. Respostas
    1. Perai, vou ali sentar-me no banquinho do porto* anos depois- já velhinha, a espera da quela paixão, hihihihi*.
      Adoro novidades alheias
      fui la ver-te^.~

      Excluir
  6. Texto sumarento...
    A foto...dá um belo...corpo..queria dizer forma as palavras ;)
    Beijos VORAZES

    ResponderExcluir